Novembro 03 2009

O Campeonato Nacional de futebol, a não ser que forças muito poderosas se movimentem a favor da verdade desportiva, ficou sentenciado no Domingo passado. Não no fim, com a derrota do Benfica. Foi quando o "árbitro" mostrou um cartão amarelo na primeira falta banal cometida por Fábio Coentrão. O sistema está atento e não permitirá que o Benfica se destaque na classificação. Esse foi o primeiro sinal do que viria depois no jogo. Dualidade de critérios na amostragem de cartões, golo roubado ao Benfica, grande penalidade contra o Braga por mão na bola que ficou por assinalar. E se mais fosse preciso... Como virá a ser seguramente noutros jogos. Podem-se até inventar uns pénaltis a favor do Benfica naquela Taça da Lata que não interessa a ninguém, para depois justificar toda a pouca vergonha nos jogos que realmente contam. Até que a equipa desmoralize e desça de rendimento, para no fim parecer que a culpa foi dela e não daquele cartão amarelo, sinal de alarme que pôs o sistema em movimento.

publicado por cafe-vila-franca às 17:56

Neste capítulo (futebol) a doença tira-te todo o discernimento. Ao que parece, a primeira falha do árbitro foi a de não expulsar um jogador do Benfica por agressão a um jogador do Braga quando este estava no chão depois de ter sofrido falta.
Pena que mo teu texto não venha também uma palavra sobre o comportamento vergonhoso do Benfica quanto a tudo o que se tem passado em redor do campeonato de juniores da época passada. E todo o comportamento vai desde o lamentável episódio que provocou a interrupção do jogo até à má digestão da decisão do conselho de justiça que conduziu à homologação do título ao Sporting porque, pelos vistos, afinal, parece que valia mesmo ganhar campeonatos à pedrada... Ou seja, valia tudo...
Também, verdade seja dita, que a razão só foi dada ao Sporting porque de um campeonato de juniores se tratava!!!
Ah, e também não vejo uma palavra sobre a tomada de poder por parte do Luís Filipe Viera no verão passado. Esse homem sério que sucedeu ao que apoiou o PSD e ao honestissimo Vale e Azevedo. Percebeu-se ontem pelo anúncio dos 35 milhões de euros de prejuízo da SAD, pelo aumento brutal do passivo, por se encontrarem também numa situação de falência técnica e ainda assim investirem uma "pipa de massa" novamente este ano (já vai em três anos consecutivos com investimentos sempre acima dos 20 milhões de euros). Como sócio, não te preocupa? Ou será que vale tudo para ganhar? É que o que se percebe claramente é que ou o Benfica ganha este ano ou o balão rebenta ... Este levar ao colo constante da comunicação social serve a quem? Quando perderam com adversários que pareciam o Vilafranquense (com o devido respeito), com exibições miseráveis na taça Europa qual foi o destaque dado?
Continua mas é a escrever sobre Vila Franca de Xira que é muito mais importante que isso.
Um abraço,
João Carlos Brito
João Carlos Brito a 4 de Novembro de 2009 às 01:59

Não me interessa, AQUI, se uns são do Benfica, do Sporting, do Porto ou do Braga (penso que do União somos todos). O que interessa, é que, na minha opinião, tudo o que possa escrever, neste blog, sobre coisas MESMO importantes, caem por terra com temas como este. Não se podem confundir assuntos tão importantes para a nossa Vila Franca e/ou para o nosso país, com análises (que também podem ser importantes para o nosso "ego", para o nosso "bem-estar"), mas que nada adiantam. As "clubites " são o que são. O que se tem escrito no Café Vila Franca ficou sempre muito acima disto, por muita "razão" que haja neste "cartão amarelo".
Antonio Salgado a 5 de Novembro de 2009 às 15:45

No Café Vila Franca, como nos cafés da trilogia de Álvaro Guerra, os personagens descrevem, interpretam e debatem a pequena história quotidiana da sua terra e, com visão própria, o curso da grande história de todo o mundo.
mais sobre mim
Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
13
14

15
16
17
19
20
21

22
23
25
26
27

29
30


pesquisar
 
blogs SAPO